Sugestões para não abusar na ceia do Reveillon

Substituições para uma ceia mais light

As deliciosas comidas típicas da ceia de fim de ano ajudam a gente ganhar uns quilinhos a mais. No entanto, existem algumas refeições que podemos incluir ou substituir –  peru ao invés do tender, quinoa no lugar do arroz branco e  sobremesas livres de glúten e lactose – que podem te ajudar a entrar no ano de 2017 mantendo a silhueta de 2016 que você lutou tanto pra conseguir. Veja abaixo como é simples.

Entrada

Vá fundo nas oleaginosas como amêndoas, castanhas, macadâmia, avelã e nozes. Elas reduzem o impacto do das bebidas alcoólicas e são fontes de vitaminas e minerais antioxidantes como vitamina E, selênio, magnésio, zinco, glutationa entre outros.

Comece com uma salada, de preferência com muitas folhas. Evite molhos industrializados e gordurosos, preferindo os feitos a base de azeite e limão, que ajudam na digestão e saciam o paladar. Podemos ter como exemplo: salada de brotos com abacate, mix de nuts e sementes.

Prato principal

Inicie sempre pela proteína, garantindo maior saciedade durante a festa. O peru, por exemplo, é uma boa opção, 125 calorias a cada 100 gramas contra as 130 do tender. Ou também o Pernil com 16o calorias contra 171 do lombo.

Quem prefere pode optar por peixes, temperados apenas com sal, pimenta do reino e limão. Fuja das preparações fritas, com, creme de leite ou gratinadas.

Para acompanhamentos, dê preferência ao arroz integral e incremente-o com frutas secas e raízes. Outra boa opção é servir quinoa com lentilhas e cebolas.

Farofa não pode faltar, mas pode ser funcional. É só substituir a manteiga pelo óleo de coco, que estimula a redução do colesterol e tem poder antioxidante.

Sobremesa

Os clássicos da mesa de Ano Novo não precisam ser deixados de lado. Até mesmo a rabanada, que é rica em calorias na sua apresentação original, pode ter passe livre quando assada no forno com baguetes sem glúten, usando leite de coco ao invés do leite regular e cobertura de sucralose, coco ralado e canela. Assim ficamos livre de glúten e lactose.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *